Escritor ribeirão-pretano lança livro de contos ‘Os Brasucas e Outras Aventuras’

O último conto do livro, "A Cidade Acolhedora", o autor Victor Garcia Preto narra o mito da formação da cidade de Ribeirão Preto. Uma história contada em versos, para homenagear sua cidade natal

O autor Victor Garcia Preto e sua terceira obra "Os Brasucas e Outras Aventuras", um livro de contos (Foto: Reprodução/YouTube)

Em Os Brasucas e Outras Aventuras, o escritor Victor Garcia Preto reúne vários contos, com perspectivas diversas, e tendo histórias narradas em primeira e terceira pessoa, contadas por vozes narrativas masculina e feminina. Enredos ocorridos no passado, presente, futuro e em período indefinido. Obras próximas ao realismo e outras ao surreal. Histórias árduas, reflexivas, introspectivas, que misturam ficção com realidade, e verdadeiras aventuras de fantasia. De pré-adolescentes alienados no celular e redes sociais, aos que vivem uma aventura em uma construção abandonada, muito pela fértil mente nessa idade.

Em “A Modelo Perfeita”, o drama de uma pessoa com a vida supostamente que todos sonham. Em “Em Monique à Deriva”, a imersão em uma menina com problemas de saúde em meio à paralisação da Polícia Militar do Espírito Santo. Através de “Zelinha, A Espiã” e “Apenas mais uma Versão de Romeu e Julieta”, um pouco da vida da pequena cidade fictícia de “Velha Menina”. Em “Os Sete Pecados Capitais”, um mergulho em história de fantasia. No conto “OS Brasucas”, iniciando com seu prólogo, um conto em versos, conhecendo um pouco a jornada dos heróis denominados “Picuricos” e acompanhados por milhares de heróis e heroínas, nas batalhas do cotidiano, dos problemas sociais, das mais diversas criaturas do folclore brasileiro, mencionando os mais diferentes elementos culturais e suas figuras.

Em especial, o último conto, “A Cidade Acolhedora”, é narrado o mito da formação da cidade de Ribeirão Preto. Uma história contada em versos, para homenagear a cidade natal e residente do autor. De forma mística, conta a saga dos Índios Caiapós, que guiados pelas estrelas que brilhavam de forma intensa chegaram a um local no coração da mata atlântica. Após os Caiapós se instalarem, é contado de forma fantasiosa sobre o antigo vulcão adormecido, o Aquífero Guarani, o surgimento do córrego Ribeirão e do Lago da USP. Além de vários outros detalhes. Exaltando as palmeiras e figueiras associadas a cidade e com o passar dos milênios a miscigenação brasileira, surgindo o característico ribeirão-pretano.

Sobre o autor

Nascido e criado em Ribeirão Preto (SP), Victor Garcia Preto tem formação acadêmica em Administração e Ciências Contábeis. Paralelamente desenvolveu seu prazer pela escrita, e seu prazer por contar histórias, criando o perfil textosinceros no Instagram, página no Facebook e canal no YouTube. Victor também é colaborador do portal Papisher. Sempre buscando variar as temáticas e estrutura narrativa, em 2020, publicou seu primeiro romance e seu primeiro livro físico, “Come-Fogo, o Maior Clássico – Era pra ser um ano comum“. “Os Brasucas e Outras Aventuras” é sua terceira publicação e o seu segundo livro físico. 

Serviço