O ser e estar mulher por Ana Cristina Colla traz a complexidade do feminino à Ribeirão

SerEstando Mulheres é uma história 'dançada' pela atriz, sobre si mesma e sobre outras mulheres. Apresentação será no dia 24 de novembro, às 19h, no Teatro Minaz

A atriz Ana Cristina Colla do Lume Teatro se apresentará dia 24 de novembro, às 19h, no Teatro Minaz (Foto: Divulgação)
PUBLICIDADE

Em sua busca por “ser-estar” na cena, a atriz Ana Cristina Colla, ao longo de seus 20 anos de pesquisa junto ao Lume, visitou pessoas, cidades, mestres, recantos. Entre encontros e confrontos, foi depurando seu fazer teatral, passando pela mímesis das corporeidades, a dança pessoal, visitando o butoh, como portas para a própria singularidade.

PUBLICIDADE

“SerEstando Mulheres” é uma história “dançada” pela atriz, sobre si mesma e sobre outras mulheres. Uma colcha de retalhos, pedaços conhecidos e sempre ressignificados, espalhados por diversos espetáculos. A matéria que o compõe surge de momentos distintos do seu caminhar de atriz e mulher no Lume Teatro. Um encontro forte e delicado com o feminino, onde a atriz narra através das imagens que cria e corporifica, seu saber impresso no corpo.

Serviço

  • SerEstando Mulheres
  • Data e horário: Domingo, 24 de novembro, às 19h
  • Local: Teatro Minaz – Rua Carlos Chagas, 273
  • Ingressos: R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia-entrada para aposentado, pessoas com mais de 60 anos, pessoas com deficiência e acompanhante, ID Jovem, estudante e servidor da escola pública com comprovante). R$ 12 (credencial plena, trabalhador do comércio, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes).