Sesc Ribeirão Preto apresenta o espetáculo teatral Húmus: Corpos Invisíveis

O manifesto cênico da Cia. Quadro Negro apresenta no Sesc Ribeirão Preto peça sobre a vida do negro em uma sociedade racista

O manifesto cênico da Cia. Quadro Negro discorre sobre o que é ser negro em uma sociedade racista (Foto: Divulgação)
O manifesto cênico da Cia. Quadro Negro discorre sobre o que é ser negro em uma sociedade racista (Foto: Divulgação)
PUBLICIDADE

O Sesc Ribeirão Preto recebe no dia 22 de janeiro, quarta, às 20h30, o espetáculo teatral “Húmus: Corpos Invisíveis”, apresentado pela Cia. Quadro Negro, que, por meio de uma linguagem fragmentada, lança luz para as violências cotidianas, a morte física, simbólica, e sobre ser preto em uma sociedade majoritariamente racista.

PUBLICIDADE

Húmus (do Latim Húmus) é a matéria orgânica depositada no solo, resultante da decomposição de animais, plantas, folhas e de seus subprodutos. A partir disso, a peça busca fomentar reflexões acerca da invisibilidade de alguns corpos, algo que não depende do direito de escolha, pois é socialmente predestinado, sendo então, terra negra.

O espetáculo também busca dar espaço para vozes silenciadas se unirem em um manifesto cênico, e pedirem por melhores condições de coexistência com os demais membros da sociedade.

Serviço

  • Húmus: Corpos Invisíveis
  • Datas e horário: Quarta, 22 de janeiro de 2020, às 20h30
  • Local: Galpão (80 lugares) – Sesc Ribeirão Preto – Rua Tibiriçá, 50 – Centro
  • Classificação: 12 anos
  • Ingressos: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia-entrada para aposentado, pessoas com mais de 60 anos, pessoas com deficiência e acompanhante, ID Jovem, estudante e servidor da escola pública com comprovante). R$ 9 (credencial plena, trabalhador do comércio, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes).
  • Vendas e informações: Pelo site do Sesc Ribeirão Preto