Início Gastronomia

McDonald’s vai atender exclusivamente por delivery, drive-thru e pedidos para viagem

A medida do McDonald's visa ampliar a proteção de funcionários, clientes e parceiros contra a pandemia do novo coronavírus

Para simbolizar a importância do distanciamento social neste momento, a marca separou os icônicos arcos dourados de sua marca (Foto: Divulgação)

A Arcos Dorados, maior franquia independente do McDonald’s no mundo, tomou a decisão de fechar o salão de seus restaurantes no Brasil a partir de 23 de março, medida que amplia a proteção de seus clientes e funcionários num período de expansão da contaminação pelo novo coronavírus.

A rede informa que recomendou o fechamento temporário dos seus mais de 1000 restaurantes no país, atendendo aos clientes exclusivamente pelo Delivery, Drive-thru e, em algumas situações, pedidos para viagem, incluindo as lojas de rua.

“Mesmo compreendendo que fornecemos um serviço essencial, afinal as pessoas precisam continuar se alimentando, esse é o momento de pensar na proteção dos nossos funcionários, clientes e comunidade, e ter uma visão de longo prazo para o nosso negócio”, explica Paulo Camargo, Presidente da Divisão da Brasil.

A empresa reitera ainda que está tomando todas as medidas de prevenção e proteção de seus funcionários, clientes e parceiros, reforçando seus protocolos de higiene e limpeza. A companhia segue acompanhando dia a dia a evolução da questão no país, seguindo todas as determinações das autoridades sanitárias do Brasil e considerando todas as situações excepcionais.

Para simbolizar a importância do distanciamento social neste momento, a marca separou os icônicos arcos dourados de sua logomarca em uma imagem criada especialmente para as redes sociais. A ideia da equipe de marketing da empresa foi concretizada pela DPZ&T.

“Acreditamos que, juntos e com responsabilidade, o país será capaz de superar esse momento. Aproveito aqui para reconhecer publicamente o esforço que nossos times estão fazendo para continuar servindo ao nosso cliente”, ressalta Paulo Camargo.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Sair da versão mobile